|       |  

Notícias

Dia Internacional dos Museus | Concerto de Apresentação do CD de José Carlos Araújo

Este ano o Dia Internacional dos Museus (18 de maio de 2014) foi comemorado pelo Museu de Arte Sacra de Arouca da Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda ao som de música, com a apresentação do CD Carlos Seixas | Sonatas (VI) de José Carlos Araújo, no coro do Mosteiro de Arouca.

José Carlos Araújo
Estudou cravo, órgão, baixo contínuo e interpretação de música antiga no Conservatório Nacional, sob a orientação de Cândida Matos e Rui Paiva, tendo procurado aprofundar a sua formação em numerosos seminários da especialidade, que lhe permitiram beneficiar dos contactos com personalidades como Cremilde Rosado Fernandes, Gustav Leonhardt, Jacques Ogg, Rinaldo Alessandrini, José Luis Uriol, Ketil Haugsand, Miklós Spániy, Roël Dieltiens ou Maurice Steger. Recebeu em 2004 o Primeiro Prémio e o Prémio do Público do Concurso Carlos Seixas, atribuído pela Escola Superior de Música de Lisboa e pela Sociedade Histórica da Independência de Portugal, em celebração do tricentenário do compositor.

Apresenta-se regularmente em recitais de cravo, pianoforte e órgão, tendo centrado o seu trabalho especialmente em torno dos instrumentos históricos, com programas que procuram privilegiar a música para tecla de autores ibéricos dos séculos XVI a XVIII. Na Academia das Ciências de Lisboa apresentou os concertos inaugurais, após os restauros, de dois pianos históricos da colecção instrumental do Conservatório Nacional. Também resultado de uma colaboração com o Museu da Música iniciada em 2011, tem dado a ouvir em público o cravo Antunes de 1758 (Tesouro Nacional), a que dedicou diversas gravações discográficas, num conjunto de recitais acompanhado por um programa regular de manutenção. No mesmo contexto, teve a seu cargo o concerto comemorativo dos 250 anos da construção do pianoforte de Henrique van Casteel (1763), de que realizou a única gravação completa em CD.

Colaborou com o Teatro da Cornucópia na produção de A Tempestade de William Shakespeare, sob a direcção de Luís Miguel Cintra. Gravou para a RTP e para a RDP (Antena 2) e em 2008 a RTP2 dedicou um documentário à sua actividade artística. Colaborou com a artista plástica Teresa Gonçalves Lobo no projecto Cem Anos da República.

Licenciado pela Faculdade de Letras de Lisboa, onde estudou Filologia Clássica, foi distinguido como aluno com as mais elevadas classificações desta instituição em 2007. Investigador do Centro de Estudos Clássicos da Universidade de Lisboa, colaborou com o projecto Lexikon para a elaboração de um dicionário de grego clássico, na redacção de um novo Dicionário de Literatura Latina e tem-se dedicado à tradução de autores da Antiguidade como Plínio (Epistulae), Diógenes Laércio (Vitae Philosophorum) e, em parceria, Lucano (Pharsalia) e Valério Máximo (Facta et Dicta Memorabilia). Publicou estudos sobre Filologia Clássica, nas áreas da Literatura Grega e Latina e recepção da cultura clássica, e apresentou comunicações a congressos de Estudos Clássicos e Literatura Comparada. Colabora regularmente em Euphrosyne – Revista de Filologia Clássica. Inaugurou em 2012 o projecto discográfico melographia portugueza, desenvolvido pelo mpmp – movimento patrimonial pela música portuguesa, com os primeiros CDs da gravação integral da obra para tecla de Carlos Seixas, projecto que inclui ainda a apresentação pública de todas as sonatas do compositor. Integra igualmente a comissão de redacção da revista Glosas.

Contactos

Largo de Santa Mafalda
Apartado 103 | 4540 - 108 Arouca

  • dummy(+) 351 256 943 321

  • dummy(+) 351 256 943 321

  • dummy rirsma@rirsma.pt

  • dummy museu@rirsma.pt